ENTREVISTA COM IVAN RODRIGUES CANDIDATO À PREFEITURA DE SJP

Em foco a Cultura em São José dos Pinhais

Ivan Rodrigues
Crédito: Divulgação

MINIBIOGRAFIA

Ivan Rodrigues é nascido em São Paulo, em 21 de outubro de 1950. É pai de 8 filhos e casado com Lea Rodrigues. Em 1969, construiu uma das maiores empresas do seu setor na América Latina, a EMIC, atua no ramo de máquinas de ensaios. Em 1992 instalou a nova sede de sua empresa em São José dos Pinhais, onde veio morar. Foi provedor voluntário do Hospital e Maternidade de São José dos Pinhais e Presidente do Conselho Deliberativo da Associação Empresarial de SJP e Diretor da ABIMAQ/SINDIMAQ (Associação Bras. de Máquinas). Foi prefeito de São José dos Pinhais entre os anos de 2009-2012.

 

1- Katia Velo – Qual ação cultural que atualmente está sendo realizada na cidade de São José dos Pinhais que deverá ser mantida.

Ivan Rodrigues  -Sendo bem objetivo, vamos manter e ampliar as aulas da escola de cultura e os três museus.

 

2. KV – Cite uma frase, filme, peça de teatro, música, livro, série que lhe inspiraram.

IR – Eu gosto muito do filme ‘O Nome da Rosa’, inspirado no livro com o mesmo nome (de Umberto Eco). E o livro que eu terminei de ler esses dias e que gostei muito foi ’21 lições para o século 21’, do Yuval Hahari.

 

3. KV Como será a atuação da sua Secretaria da Cultura?

IR – Historicamente, a cultura em SJP sempre foi relegada a uma secretaria pequena, com orçamento miserável. Na minha gestão anterior, organizei a pasta, criamos conselhos, fundo e chegamos a 1% do orçamento destinado para a cultura. Hoje certamente não passa de 0,5%, ou seja, metade. Na minha gestão, iniciei a restauração do Centro de Vivência Cultural João Senegaglia em parceria com o SESI PR, projeto que se arrastava há mais de 10 anos. O local abrigava umas das primeiras grandes indústrias do estado. Lá fiz um teatro moderno. Também deixei aprovadas no ministério da cultura as verbas para a construção do Teatro da Música (que eu chamaria de sala de concertos da banda marcial e da orquestra, mas colocaram outro nome). Esse equipamento foi inaugurado ali atrás da prefeitura na gestão posterior a minha, mas fui eu quem deixou tudo pronto. Abrimos a biblioteca no terminal de ônibus e mais uma biblioteca na borda do campo ou no Afonso Pena, tivemos uma nova sede do Museu do boneco Animado e Revitalizamos o Museu Atílio Rocco, criamos aulas de música e outras artes nos bairros, indo em direção à descentralização prevista no Plano Municipal de Cultura, também criado democraticamente na minha gestão, na I Conferência de Cultura realizada em 2012. Na borda do campo fiz o Centro da Juventude, em parceria com o estado, também com equipamentos culturais, como teatro, sala de dança, hip hop e até uma rádio interna poderia ser feita. E como fiz isso? Dando liberdade, capacitando e valorizando os servidores. Eles protagonizaram. Mudamos de sede, com tudo novo, fizeram cursos, tiveram uma intensa troca com o ministério da cultura e foram conhecer iniciativas mundo a fora (Viena, Los Angeles, Salvador, São Paulo…). Nossos músicos da Banda Marcial foram vencedores em diversos concursos nacionais e internacionais. Infelizmente meus sucessores não continuaram com a descentralização, a capacitação e ampliação. Estou pronto para retomar o Plano de Cultura, começando pela sua revisão.

 

Sobre a Coluna KV
A Coluna virtual KV assinada por Katia Velo foi criada pelo GuiaSJP, o Portal da cidade de São José dos Pinhais. Há 15 anos a coluna dá visibilidade a assuntos referentes à Arte, cultura, educação, moda, entretenimento e muito mais com foco na capital paranaense, São José dos Pinhais e Região Metropolitana, destacando também notícias nacionais e internacionais. O site é acessado por um público seleto, formadores de opinião, críticos e que buscam bom gosto, sofisticação, estilo e informação diferenciada.

Sobre Katia Velo
Professora de arte, colunista e consultora cultural, artista plástica, ensaísta, fotógrafa. Especialista em História da Arte Moderna e Contemporânea pela EMBAP; Bacharel e Licenciada em Letras – Faculdade Anhembi/Morumbi, Cursos de Especialização na área de educação na USP. Registrada no MEC 182.765. Expôs individual e coletivamente no Brasil, Argentina, Alemanha, Áustria, Estados Unidos, Espanha, França e Polônia, ECAV no Memorial de Curitiba, exposição itinerante, ODS&Arte/ONU, Agenda 2030 no MON e Banco Mundial em Washington/DC e 14ª. Bienal de Curitiba. Cadastro de Artista de São José dos Pinhais, no. 2109. É diretora de comunicação da APAP/PR desde 2007, atuando como voluntária. Criadora e idealizadora do Projeto #doeumaflor em sua 6ª. edição. Assina colunas culturais: virtual www.katiavelo.com.br e impressa Jornal Folha da Mulher SJP. Site www.katiaveloarte.com.br

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*